Ozonioterapia

Tudo o que você precisa saber sobre Ozonioterapia

O que é ozonioterapia?

Uma das maiores descobertas da história, esta é uma técnica terapêutica que utiliza a aplicação de uma mistura dos gases oxigênio e ozônio; ou seja, o ozônio medicinal. Usada no tratamento de um amplo número de patologias, a Ozonioterapia pode ser aplicada de modo isolado e complementar.

Há séculos utilizado por países desenvolvidos e com benefícios comprovados por inúmeros estudos, o ozônio tem excelentes propriedades medicinais, como:

    • Anti-inflamatórias;
    • Antissépticas;
    • Modulação do estresse oxidativo;
    • Melhora da circulação periférica e da oxigenação.

Estudos com altíssimo rigor científico comprovam que o ozônio medicinal combate diversas doenças inflamatórias, infecciosas e isquêmicas, prolongando a qualidade de vida de pacientes.

Veja abaixo as patologias que podem ser tratadas com a ozonioterapia:

Vários tipos de câncer, ajudando a combater tumores e reduzindo os efeitos colaterais da Radioterapia e da Quimioterapia.

Diversos problemas circulatórios.

Doenças virais, como hepatite e herpes.

Feridas de origem vascular, arterial ou venosas, úlceras diabéticas e por insuficiência arterial.

Queimaduras de diversos tipos.

Hérnias de disco, protrusão discal e dores lombares.

Dores articulares decorrentes de inflamações crônicas.

Colites e outras inflamações intestinais crônicas.

Condições e doenças de idosos.

Imunoativação geral.

Tudo o que você precisa saber sobre Medicina Integrativa

Como é feito o tratamento?

O tratamento com ozônio deve ser realizado por um profissional de saúde, como enfermeiro ou fisioterapeuta, e pode ser feito utilizando técnicas diferentes que incluem:

  • Auto-hemotransfusão, em que é retirada uma quantidade de sangue da pessoa, que é misturada com o ozônio e depois é administrado novamente na pessoa via intravenosa;
  • Injeção de ozônio, que pode ser feita por via intravenosa, diretamente na veia, por via intramuscular ou entre os discos vertebrais, por exemplo;
  • Aplicação cutânea, que é realizada aplicando o gás diretamente na pele, caso se pretenda tratar uma ferida, como no caso úlcera do pé diabético;
  • Insuflação retal, que é feita com o uso de um dispositivo para soprar ozônio e oxigênio através de um cateter no intestino. Além disso, a insuflação de ozônio também pode ser realizada em outras cavidades do corpo como nariz, boca ou vagina.
  • Insuflação auricular que atinge toda a região orofacial ajudando no tratamento de inflamações no ouvido, zumbido, dores de cabeça, enxaquecas e ainda diminuindo os casos de crises em pacientes com rinite, sinusite e qualquer outra inflamação nessa região.
  • A utilização na estética é eficaz para a manutenção de algumas funções orgânicas, como por exemplo, a ação dos anticorpos e para o tratamento oxidante, eliminando fungos e bactérias, e inclusive, vírus.
  • A utilização na estética é eficaz para a manutenção de algumas funções orgânicas, como por exemplo, a ação dos anticorpos e para o tratamento oxidante, eliminando fungos e bactérias, e inclusive, vírus.

◦ Atua na ação dos óxidos nítricos causando a vasodilatação;
◦ Proporciona um efeito germicida;
◦ Torna mais eficiente o sistema imune;
◦ Age no metabolismo, melhora funções hepáticas, tireoidianos e renais;
◦ Provoca aceleração da regeneração de tecidos;
◦ Facilita a drenagem linfática;
◦ Proporciona uma melhor síntese da enzima antioxidante intracelular;

  • A terapia com ozônio tem sido proposta como tratamento para feridas crônicas, como pé de diabético), agindo potencialmente provocando estresse oxidativo leve ou desinfecção.
  • O tratamento para o cabelo é um procedimento muito eficaz e ajuda a recuperar a saúde e o balanço das madeixas, trazendo inúmeros benefícios ao couro cabeludo e aos fios em apenas poucas sessões.

◦ Ajuda no crescimento;
◦ Fortalece os fios;
◦ Rejuvenesce os fios;
◦ Elimina qualquer infecção microbiana do couro cabeludo ou dos fios;
◦ Dá volume, deixa o cabelo mais encorpado;
◦ Repara e reconstrói os fios;
◦ Ajuda a eliminar as pontas duplas;
◦ Diminui o frizz;
◦ Combate a caspa;
◦ Dá um brilho surpreendente;
◦ Deixa os cabelos maravilhosamente macios.


O tipo de tratamento varia de acordo com a indicação médica e deve ser realizada de forma individualizada, dependendo da condição a ser tratada.

É importante saber que somente profissionais capacitados podem indicar a dosagem e a via correta de aplicação da Ozonioterapia.

Além disso, o ozônio é um gás altamente instável e nocivo se inalado, necessitando ser gerado de forma precisa com equipamentos específicos, no local do uso.

Contraindicações

A ozonioterapia não deve ser feita em crianças, mulheres grávidas ou em amamentação, em pessoas com infarto agudo do miocárdio, hipertireoidismo não controlado, intoxicação alcoólica ou problemas sanguíneos, especialmente trombocitopenia.

Agende uma avaliação personalizada: 17 98225-8347